Memorial Minas Gerais - Vale

Programação do Memorial Minas Gerais Vale

PERÍODO DE 01/01/2014 a 25/12/2017

Local: Memorial Minas Gerais - Vale

Endereço:

Programação do Memorial Vale Minas Gerais.

Última Atualização: 03/05/2017

 
O Memorial Minas Gerais Vale é  caracterizado como MUSEU DE EXPERIÊNCIA, e traz a alma e as tradições mineiras mostradas de maneira original e interativa. Cenários virtuais e reais misturan-se para criar experiências e sensações que levam os visitantes do século XVIII ao século XXI.
 
MEMORIAL VALE RECEBE O LUMINÁRIA FESTIVAL 
 
Para estimular e inspirar a economia criativa local, o Luminária Festival realiza feira de novas marcas e serviços. Evento ainda conta com atrações artísticas, além de palestras com empreendedores criativos nos dias 20 e 22 de abril (quinta e sábado), no Memorial Vale. Entrada gratuita.
 
Unir projetos, ações e iniciativas criativas da cidade. Essa é a ideia do Luminária Festival que chega a sua terceira edição reunindo exibição de curtas, palestras e uma feira com novos projetos e marcas de moda, arte, design, arquitetura, papelaria, decoração, serviços criativos e outros. A abertura do Luminária será na quinta-feira (20/4), às 19h, com o Luminária Talk, uma conversa com idealizadores de vários projetos que surgiram em Belo Horizonte. E no sábado (22/4), das 10h às 18h, o festival apresenta a Luminária Fair,  feira com novas marcas e serviços criativos, exibição especial de filmes selecionados pelo  Mini Festival de Webfilm, instalação e exposição.  E terá ainda o Luminiária Sound trazendo nomes de destaque da cena eletrônica local. O festival acontece no Memorial Minas Gerais Vale (Praça da Liberdade, 640), com entrada gratuita.
 
Exclusivamente colaborativo, o evento busca reunir e conectar imagem, música, pessoas e movimento. Com duas edições realizadas (2014/2015), o Luminária viu a necessidade de ampliar o formato do projeto. Se antes o objetivo era tornar visível novas propostas da cidade, agora além apresentá-la (a cidade??), a ideia é também estimular a cidade.
 
Para abrir a programação desta terceira edição, foram convidados empreendedores criativos para uma noite de cases, conversas e muita inspiração. No dia 20 de abril, o auditório do Memorial Minas Gerais será ocupado pelo Luminária Talk, onde todos terão a oportunidade de conhecer projetos que nasceram em Belo Horizonte e estão se destacando pela originalidade e criatividade.
 
Luminária Talk - Convidados:
 
Open Shelf
O Open Shelf é “filho” de um outro projeto que existe desde janeiro de 2014, em Belo Horizonte: o Ponto do Livro; que também é uma estante de compartilhamento de livros e funciona de forma colaborativa, oferecendo nos pontos de ônibus uma viagem extra e prazerosa por todos os gêneros literários. Hoje, três anos depois, já foram instalados 21 Pontos do Livro em oito cidades: Belo Horizonte, Itabirito, Lavras, Varginha, Santos Dumont, Patos de Minas, Nova Lima e Rio de Janeiro.
 
Lara Lima – MOON Moda Alternativa
A marca de óculos cria modelos que vão do clássico ao extravagante, mantendo cuidado com o design, conforto e anatomia de seus produtos. A Moon tem se espalhado pelo Brasil inteiro e tem feito atendimentos à clientes até internacionalmente. Gerenciada pela mineira Lara Lima, a marca tem se destacado no setor de óculos escuros.
 
Luana Simonini - Controverso 
Luana Simonini é publicitária, formada em Letras pela UFMG e, recentemente, publicou seu primeiro livro, Controverso – Histórias que Beliscam, pela Crivo Editorial. A publicação nasceu do blog que carrega o mesmo nome e traz contos protagonizados por mulheres, tendo o cotidiano como cenário. Com finais surpreendentes até para um leitor atento, as histórias insistem em revelar sentimentos que deveriam ser guardados na gaveta da memória. Pelas temáticas Amoridades, Lutarezas e Saudadices, Controverso realmente belisca. Para a autora, o projeto foi um resgate do prazer pela escrita, já esquecido nos imperativos da redação publicitária.
 
Clarice – La Movida Microteatro
Clarice Castanheira é publicitaria e produtora cultural desde 2001. Sempre trabalhou na área cultural e sua atuação, em grande parte da carreira, foi voltada para a cena teatral de Belo Horizonte. Trabalhou em grandes festivais da cidade, como FIT, FAN e Festival Mundial de Circo, além de companhias como Cia. Candongas, Luna Lunera, Armatrux e companhias vindas de fora, como a Cia Dos à Deux.  Trabalhou também em centros culturais, como CCBB e Circuito Cultural Praça da Liberdade.
 
O La Movida Microteatro - Bar é um espaço de Belo Horizonte, criado pela publicitária e produtora cultural Clarice Castanheira e o ator Guilherme Théo. Um espaço cultural que tem como força motora apresentações semanais de microteatro.  A combustão do motor La Movida são as parcerias, as articulações. A mesma matéria de que o teatro é feito.  O trabalho conjunto, colaborativo. Se definem como um coworking artístico: o espaço é feito para os artistas trabalharem em uma estrutura e formato dinâmicos. Vários estilos coexistindo no mesmo espaço. Para que possam usufruir, gerar renda e conteúdo para a cidade.
 
 
Serviço:
 
Entrada gratuita
 
Quinta-feira (20/04) às 19h
 
LUMINÁRIA TALK – Palestras
 
Sábado (22/4) das 10h às 18h
 
LUMINÁRIA FAIR
 
Feira com novas marcas e serviços criativos de Belo Horizonte
 
Seleção especial do Mini Festival de Webfilm (exibição de produções do Canadá, Argentina, Estados Unidos, Itália, Suíça, Austrália e Brasil)
 
Mini Exposição: Coletivo Underlight 
 
LUMINÁRIA SOUND
 
Lucas Rezende (294 Records)
Joapa (Fervor)
Giancarlo Ranieri (GIVNT / SEXISTALK)
Clara Moretzsohn (101Ø)
Bright Clouds 
 
MEMORIAL VALE RECEBE O LUMINÁRIA FESTIVAL 
 
Para estimular e inspirar a economia criativa local, o Luminária Festival realiza feira de novas marcas e serviços. Evento ainda conta com atrações artísticas, além de palestras com empreendedores criativos nos dias 20 e 22 de abril (quinta e sábado), no Memorial Vale. Entrada gratuita.
 
Unir projetos, ações e iniciativas criativas da cidade. Essa é a ideia do Luminária Festival que chega a sua terceira edição reunindo exibição de curtas, palestras e uma feira com novos projetos e marcas de moda, arte, design, arquitetura, papelaria, decoração, serviços criativos e outros. A abertura do Luminária será na quinta-feira (20/4), às 19h, com o Luminária Talk, uma conversa com idealizadores de vários projetos que surgiram em Belo Horizonte. E no sábado (22/4), das 10h às 18h, o festival apresenta a Luminária Fair,  feira com novas marcas e serviços criativos, exibição especial de filmes selecionados pelo  Mini Festival de Webfilm, instalação e exposição.  E terá ainda o Luminiária Sound trazendo nomes de destaque da cena eletrônica local. O festival acontece no Memorial Minas Gerais Vale (Praça da Liberdade, 640), com entrada gratuita.
 
Exclusivamente colaborativo, o evento busca reunir e conectar imagem, música, pessoas e movimento. Com duas edições realizadas (2014/2015), o Luminária viu a necessidade de ampliar o formato do projeto. Se antes o objetivo era tornar visível novas propostas da cidade, agora além apresentá-la (a cidade??), a ideia é também estimular a cidade.
 
Para abrir a programação desta terceira edição, foram convidados empreendedores criativos para uma noite de cases, conversas e muita inspiração. No dia 20 de abril, o auditório do Memorial Minas Gerais será ocupado pelo Luminária Talk, onde todos terão a oportunidade de conhecer projetos que nasceram em Belo Horizonte e estão se destacando pela originalidade e criatividade.
 
Luminária Talk - Convidados:
 
Open Shelf
O Open Shelf é “filho” de um outro projeto que existe desde janeiro de 2014, em Belo Horizonte: o Ponto do Livro; que também é uma estante de compartilhamento de livros e funciona de forma colaborativa, oferecendo nos pontos de ônibus uma viagem extra e prazerosa por todos os gêneros literários. Hoje, três anos depois, já foram instalados 21 Pontos do Livro em oito cidades: Belo Horizonte, Itabirito, Lavras, Varginha, Santos Dumont, Patos de Minas, Nova Lima e Rio de Janeiro.
 
Lara Lima – MOON Moda Alternativa
A marca de óculos cria modelos que vão do clássico ao extravagante, mantendo cuidado com o design, conforto e anatomia de seus produtos. A Moon tem se espalhado pelo Brasil inteiro e tem feito atendimentos à clientes até internacionalmente. Gerenciada pela mineira Lara Lima, a marca tem se destacado no setor de óculos escuros.
 
Luana Simonini - Controverso 
Luana Simonini é publicitária, formada em Letras pela UFMG e, recentemente, publicou seu primeiro livro, Controverso – Histórias que Beliscam, pela Crivo Editorial. A publicação nasceu do blog que carrega o mesmo nome e traz contos protagonizados por mulheres, tendo o cotidiano como cenário. Com finais surpreendentes até para um leitor atento, as histórias insistem em revelar sentimentos que deveriam ser guardados na gaveta da memória. Pelas temáticas Amoridades, Lutarezas e Saudadices, Controverso realmente belisca. Para a autora, o projeto foi um resgate do prazer pela escrita, já esquecido nos imperativos da redação publicitária.
 
Clarice – La Movida Microteatro
Clarice Castanheira é publicitaria e produtora cultural desde 2001. Sempre trabalhou na área cultural e sua atuação, em grande parte da carreira, foi voltada para a cena teatral de Belo Horizonte. Trabalhou em grandes festivais da cidade, como FIT, FAN e Festival Mundial de Circo, além de companhias como Cia. Candongas, Luna Lunera, Armatrux e companhias vindas de fora, como a Cia Dos à Deux.  Trabalhou também em centros culturais, como CCBB e Circuito Cultural Praça da Liberdade.
 
O La Movida Microteatro - Bar é um espaço de Belo Horizonte, criado pela publicitária e produtora cultural Clarice Castanheira e o ator Guilherme Théo. Um espaço cultural que tem como força motora apresentações semanais de microteatro.  A combustão do motor La Movida são as parcerias, as articulações. A mesma matéria de que o teatro é feito.  O trabalho conjunto, colaborativo. Se definem como um coworking artístico: o espaço é feito para os artistas trabalharem em uma estrutura e formato dinâmicos. Vários estilos coexistindo no mesmo espaço. Para que possam usufruir, gerar renda e conteúdo para a cidade.
 
 
Serviço:
 
Entrada gratuita
 
Quinta-feira (20/04) às 19h
 
LUMINÁRIA TALK – Palestras
 
Sábado (22/4) das 10h às 18h
 
LUMINÁRIA FAIR
 
Feira com novas marcas e serviços criativos de Belo Horizonte
 
Seleção especial do Mini Festival de Webfilm (exibição de produções do Canadá, Argentina, Estados Unidos, Itália, Suíça, Austrália e Brasil)
 
Mini Exposição: Coletivo Underlight 
 
LUMINÁRIA SOUND
 
Lucas Rezende (294 Records)
Joapa (Fervor)
Giancarlo Ranieri (GIVNT / SEXISTALK)
Clara Moretzsohn (101Ø)
Bright Clouds 
 


MAIO – PROGRAMAÇÃO GERAL DO MEMORIAL MINAS GERAIS VALE

Memorial Vale traz em maio feira dedicada às mães e uma série de eventos para marcar a 15ª Semana Nacional de Museus com participação de Centros de Convivência da Saúde Mental. Programação ainda conta com shows, palestra, exposições e atividades educativas

 

Para celebrar a 15ª Semana Nacional do Museu, que nessa edição, tem como tema “Museus e histórias controversas dizer o indizível em museus”, o Memorial Minas Gerais Vale preparou uma programação especial que se estende durante todo o mês. Seguindo a temática da Semana Nacional do Museu, o Circuito Liberdade e os Centros de Convivência da Saúde Mental de Belo Horizonte, realizam a mostra Arte e Loucura no Circuito Liberdadecom diversas ações artísticas que retratam o trabalho criativo que é realizado há 23 anos nas oficinas de arte oferecidas a portadores de sofrimento mental.


Em maio, o Memorial traz de volta a Feira do Memorial, nos dias 6 e 7, que tem sua 3ª edição especialmente dedicada às mães trazendo uma variedade de produtos criativos e originais que agradam aos mais variados estilos. No dia 7, “Eu, criança, no museu! apresenta: Resenhas Pretas no Memorial com Sarah e Zahi”, duas artistas mirins que mostrarão seus talentos de intérpretes e compositoras. Dentro do “Dandô – Circuito de Música Dércio Marques”, o Memorial recebe no dia 11, o músico André Salomão. No dia 25 tem Foto em Pauta com Maurício Valladares, dia 27 recebe a Orquestra de Câmara do Sesc, e no dia 28 show com Luiza Lara, dentro do projeto Gerais Cultura de Minas. O Educativo do Memorial preparou uma série de atividades para aproximar o público do espaço museal e também da cidade que o abriga. Outras atrações do mês de maio e detalhes da programação podem ser conferidas abaixo. O Memorial Minas Gerais Vale fica na Praça da Liberdade, 640 – Funcionários, esquina com Rua Gonçalves Dias.

 

6 E 7 DE MAIO | SÁBADO DAS 10H ÀS 18H E DOMINGO DAS 10H ÀS 16H

Feira do Memorial – Especial Dia das Mães

Em sua terceira edição, a Feira do Memorial se dedica às mães trazendo uma variedade de produtos criativos e originais que agradam aos mais variados estilos. São colares, roupas, sapatos, bordados, mosaicos, acessórios de mesa, objetos de decoração, plantas, vasos, cachepôs, bolsas e muitos mais, produzidos manualmente e vendidos pelos próprios artistas. Entrada gratuita.

 

7 DE MAIO | DOMINGO | 11H

Eu, criança, no museu! apresenta: Resenhas Pretas no Memorial com Sarah e Zahi

Parceria: Casarão das Artes

Sarah Silva (10), filha de pai compositor e baterista, teve contato desde cedo com o universo musical. Zahi Aisha (8), filha de mãe sambadeira e pai rapper, sempre viveu a arte como forma de expressão. Meninas de voz encantadora começaram se apresentando em festas de família interpretando vários gêneros musicais. A partir de 2015 começaram a escrever suas primeiras músicas, demonstrando o domínio da arte de compor. O repertório da dupla vai do samba à MPB em uma linguagem própria do universo lúdico infantil. Entrada gratuita, sujeita a lotação.

11 DE MAIO | QUINTA-FEIRA | 19H30

Dandô – Circuito de Música Dércio Marques apresenta: André Salomão

Anfitrião: Guilherme Ventura

Músico e vivente das Minas Gerais, André é cantor e compositor de MPB criado em Araguari (MG). Ao longo de nove anos de carreira trabalhou como músico, ator, diretor musical e educador. Seu primeiro disco, “Planos e Muros (2015)”, foi premiado como um dos melhores do ano nas listas dos sites especializados em música, Tramp e Embrulhador. Neste show, André Salomão tem como anfitrião o músico Guilherme Ventura. Ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia).

17 DE MAIO | QUARTA-FEIRA | 12H30

Encontro de formação de educadores com a Mestre Nila Rodrigues: “Os museus e a abordagem das diferenças. Sugestões de percursos”

A pesquisadora Nila Rodrigues propõe um diálogo sobre formas de problematização de acervos e ações museológicas que abarque aquilo que não vem sendo dito nos museus sobre o social que representam. Entrada gratuita, sujeita a lotação.

18 DE MAIO | QUINTA-FEIRA | 19H30

Disputa Nervosa – Batalha de Passinhos Lá da Favelinha

O passinho é uma coreografia que mobiliza milhares de jovens das comunidades populares e dá visibilidade aos dançarinos. Também é usado para unificar: os jovens se encontram para disputar quem dança mais, sem violência, promovendo circulação e ocupação na cidade. Entrada gratuita, sujeita a lotação.

20 DE MAIO | SÁBADO | 15 ÀS 17H

Arte e Loucura no Circuito Liberdade: Mostra de Música Viva a Diferença

Viva a diferença é um recorte da produção autoral das oficinas de música nos Centros de Convivência da Saúde Mental de Belo Horizonte. Os artistas apresentam suas composições em diversos estilos e formas originais de se expressar, interpretar e mostrar sua criatividade. A Mostra contempla a diversidade e promove mais uma oportunidade de compartilhar com outros públicos a produção dos cidadãos com sofrimento mental. Para encerrar a tarde, a Banda experiMENTAL do Centro de Convivência Barreiro mistura sambas, quadrilhas, saudades, delírios e sofrências. Entrada gratuita, sujeita a lotação.

25 DE MAIO | QUINTA-FEIRA | 19 ÀS 21H, Sala de Leitura

Arte e Loucura no Circuito Liberdade: Asa da Palavra - feira de publicações e sarau

Evento traz exposição, lançamento de livros e outras publicações dos artistas dos Centros de Convivência, acompanhado por um sarau de poesias. Entre os lançamentos está Nossas loucuras em Letras, que reúne poesias de Adélcio F. Coelho, Cristiano Gomes dos Santos, Deolindo de Campos e Naidna de Souza, integrantes da Oficina de Letras e Mídias do Centro de Convivência Providência. Além das poesias, a arte da capa e algumas ilustrações são de participantes das oficinas de desenho do mesmo Centro de Convivência.

25 DE MAIO | QUINTA-FEIRA | 19H, Casa da Ópera

Arte e Loucura no Circuito Liberdade: Poesias Sonoras “Canto da Palavra”

Apresentação intimista idealizada por Marcos Alexandre e Raphael Sales com canções feitas em diálogo com as canções de Milton Nascimento nas oficinas . Os compositores destacam: ”em nossas cabeças ecoam vozes e sons. A voz de Bituca é presente, e com ela manufaturamos outros tons, outros sons, outras letras e mais vozes”. Entrada gratuita, sujeita a lotação.

25 DE MAIO | QUINTA-FEIRA | 19H30, Auditório

Foto em Pauta com Maurício Valladares

O projeto Foto em Pauta recebe o fotógrafo, radialista, DJ e jornalista carioca, Maurício Valladares, para apresentar sua obra através de projeções e conversa com o público. O encontro dará destaque para o livro “Preto e Branco”, que reúne fotos feitas por Maurício entre 1972 e 2003, com registros de ilustres nomes da música brasileira e internacional, além de flagrantes do homem comum nas ruas do Rio, Paris, Roma e Londres. Entrada gratuita, sujeita a lotação. (Distribuição de senhas 1h antes do início do evento)



27 DE MAIO | SÁBADO | 16H, Auditório

Orquestra de Câmara Sesc

Regida pelo maestro Eliseu Barros, a Orquestra de Câmara do Sesc atende, gratuitamente, alunos matriculados na rede regular de ensino oferecendo aulas de instrumentos (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), canto coral, percepção musical e prática em conjunto. A orquestra conta, atualmente, com 157 alunos em Belo Horizonte e 90 em Teófilo Otoni. Entrada gratuita, sujeita a lotação. (Distribuição de senhas 1h antes do início do evento).

28 DE M AIO | DOMINGO | 11H

Gerais Cultura de Minas apresenta: show Essa Voz, com Luiza Lara

Luiza Lara é cantora popular, fonoaudióloga e preparadora vocal. Ao longo de sua carreira, participou de grupos vocais, festivais, shows, além de gravações em discos de artistas como Túlio Mourão, Telo Borges e Gê Lara. Dentre os destaque em sua carreira, estão o prêmio “Cantoras Daqui – BDMG Cultural” (2009); a participação no “The Voice Brasil”, em 2013; prêmio no projeto “Sarau Minas Tênis Clube”, em 2016. Em 2012 lançou o CD “Voar Sem Fim”, com Gê Lara e em 2015, lançou o CD “Essa Voz”.

Entrada gratuita, sujeita a lotação.

 

TODOS OS FINS DE SEMANA

Programa educativo – Experiências no Memorial

Todos os sábados e domingos, ao longo do dia, o Educativo do Memorial Vale convida os visitantes para uma imersão na obra de nove artistas apresentados pelo Festival Camelo de Arte Contemporânea. Através das diversas linguagens por eles expostas, a iniciativa propõem um exercício das múltiplas possibilidades de olhares, sensações e reflexões.

Crianças de todas as idades narram suas impressões acerca dos espaços do museu e o visitante é convidado a entrar nesse mundo de imaginação e encantamento dentro da ação “Isto é que é Museu”. A atividade acontecerá em todos os sábados, das 14h às 16h, e domingos, das 13h às 15h. Nestes mesmos dias e horários está programada a iniciativa “Plantando vozes e cultivando gestos”, dupla ação que dará às crianças a oportunidade de perceber e repensar o espaço museal. O jardim do Memorial se transformará em um lugar de plantar vozes e o Espaço de Leitura um canteiro de cultivar gestos de maneira lúdica e criativa.

Outro programa proposto pelo Educativo do Memorial é a “Inversão de Histórias”. Observando que a construção de muitas histórias acontece nas relações de poder, a ideia é questionar as versões que são mais difundidas e tidas como únicas (verdades absolutas) partindo do pressuposto que sobre qualquer história pode haver múltiplas interpretações.Será realizada aos sábados e domingos das 11h às 12h.

Territórios Invisíveis” é a atividade que acontece aos sábados e domingos, das 15h àS 16. Criação de mapas-paisagens de BH que contenham não somente locais que geograficamente se perderam ao longo dos anos na cidade, mas também histórias de personagens importantes para a construção dessas paisagens-memórias na cidade de Belo Horizonte.

O Educativo do Memorial preparou ainda a atividade “Em visibilidade no museu” que envolve os colaboradores do espaço. Durante todo o mês será exibido um vídeo, na sala Espetáculo Mineiro, com depoimentos dos funcionários mostrando seus olhares e impressões acerca do espaço museal onde trabalham diariamente.

 

EXPOSIÇÕES ___________________________________________________________________

 

DE 2 DE MAIO A 6 DE JUNHO| HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Arte e Loucura no Circuito Liberdade: exposição de artes visuais Linha da Palavra

Exposição de trabalhos coletivos em fotografia e bordado que tem como ponto comum a pesquisa em torno da palavra na construção de visualidades. Nesta experiência com a palavra, artistas exploram diversos suportes e materiais para a construção de poesias visuais, como o corpo, a linha e o bordado, a preparação de uma sopa de letrinhas. Entrada gratuita.

DE 2 DE MAIO A 6 DE JUNHO| HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Arte e Loucura no Circuito Liberdade: Mostra Videoarte

Mostra da produção audiovisual das quais se destacam gêneros como vídeo-poemas e vídeo-performance, além de registros documentais de ações artísticas e cotidianas desses dispositivos. As produções destacam algo primordial no fazer diário das oficinas: o processo criativo, a expressão dos participantes e a busca coletiva para construir um lugar onde se faça dizer desta lógica diferente que abriga a loucurA. Entrada gratuita.

ATÉ 29 DE JUN | HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Exposição: Fotografia como estratégia do encontro, de Alexandre Sequeira

O espaço ‘Café do Memorial’ recebe as imagens autorais do artista Alexandre Sequeira que, apesar de paraense, retrata a cidade mineira de Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha, sob a ótica de jovens moradores locais. A mostra, sob fr Guilherme Cunha e Bruno Vilela, é resultado de residência artística feita pelo fotógrafo em vários bairros do pequeno município, criando diálogos entre esses territórios.

DE 01 DE ABRIL A 14 DE MAIO | HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Exposição: Tudo é Tangente

Idealizada pela Casa Camelo e com curadoria de Gabriela Carvalho e Luiz Lemos, "Tudo é Tangente" apresenta um desdobramento do Festival Camelo de Arte Contemporânea, realizado em 2016, com foco na produção de artistas em início de trajetória. A exposição coletiva reúne trabalhos dos onze artistas visuais premiados no Festival, com obras em diversas linguagens como pintura, desenho, fotografia, performance, objeto e instalação. A proposta explora o conceito de tangente como àquilo que toca, que se encontra em um ponto comum. Os artistas participantes da mostra são: Daniel Antônio, Daniel Pinho, David Magila, Felipe Chimicatti, Hortência Abreu,Olívia Viana, Lucas Ero, Noemi Assumpção, Pedro Carvalho, Randolpho Lamonier e Ricardo Burgarelli.

 

SERVIÇO

Programação de ABRIL do Memorial Minas Gerais Vale

Horário: Conforme programação

ENTRADA GRATUITA

MEMORIAL MINAS GERAIS VALE

Endereço: Praça da Liberdade, 640, esq. Gonçalves Dias 

Horário de funcionamento: terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às 17h30, com permanência até 18h. Quintas, das 10h às 21h30, com permanência até 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até 16h.

http://www.memorialvale.com.br

https://www.facebook.com/memorialvale  

https://www.youtube.com/user/memorialvale